terça-feira, 30 de setembro de 2014

MANDATO TRANSPARENTE


LIZA PRADO, SEMPRE AO LADO DA PM, DA POLÍCIA CIVIL E DOS BOMBEIROS DE MINAS


Em seu mandato, a deputada Liza Prado sempre esteve ao lado das Polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros, atuando na defesa destes servidores que garantem a segurança dos cidadãos. Por meio de emendas parlamentares e de requerimentos, Liza conseguiu a modernização das instalações e a aquisição de equipamentos e viaturas para todo o Estado. Confira algumas ações da parlamentar e, em 5 de outubro, vote deputada estadual Liza Prado 90123. 

PEC 19 
Dá nova redação ao art 282 da Constituição do Estado. (assegura ao militar que teve como requisito curso universitário para ingresso na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros Militar contagem como tempo de efetivo serviço, um ano para cada cinco anos de efetivo serviço prestado, até que esse acréscimo perfaça o total de anos de duração do mencionado curso). 

RQC10432 
Requer seja encaminhado ao comando da Polícia Militar de Minas Gerais pedido de providências para a liberação semestral do "abono fardamento", em função da obrigatoriedade de boa apresentação de seus militares e aos altos custos para reposição de fardamentos, acessórios e uniformes. 

RQC 10430 
Requer seja encaminhado ao governador do estado e à Secretaria Estadual de Fazenda pedido de providências para a redução das alíquotas de ICMS de matérias-primas utilizadas na produção de fardamentos, acessórios e uniformes da Polícia Militar do Estado, a fim de reduzir o custo final desses produtos. 

RQN 7726 
Requer seja encaminhado à secretaria de defesa social pedido de providências para que a 4ª Cia de Polícia Militar, de Frutal, seja elevada a batalhão. 

RQN 6819 
Requer seja encaminhado à Secretaria de Defesa Social pedido de providências para disponibilizar recursos financeiros com vistas à aquisição de viaturas para a Polícia Militar e a Polícia Civil no município de Monte Alegre. 

RQC 5262 
Requer seja encaminhado à Secretaria de Estado de Defesa Social pedido de providência para a instalação de Delegacia Regional de Polícia Civil em Coronel Fabriciano, e para que seja ampliado o serviço de inteligência da Polícia Civil, alcançando o interior do Estado.


Campanha Novembro Azul alerta homens sobre câncer de próstata

DEPUTADA LIZA PRADO É AUTORA DA LEI QUE PREVINE O CÂNCER EM MINAS


Para alertar os homens sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, o Brasil vai colorir de azul órgãos públicos, prédios particulares e pontos turísticos durante todo o mês de novembro. A deputada estadual Liza Prado é a autora da Lei 21.168, que institui a prevenção ao câncer de próstata em Minas.

Desde janeiro, o combate à doença passou a ser considerado como uma das políticas estaduais de atenção à saúde do homem. A Lei determina a implantação e a difusão de formas eficazes de prevenção ao câncer, assim como a criação de condições para a melhoria da qualidade de vida do doente. A Lei 21.168 também estabelece o desenvolvimento dos recursos humanos na área da saúde, para que haja o aperfeiçoamento e a expansão da assistência aos pacientes.

A deputada Liza Prado explica que, de acordo com a regra, fica determinado competência do poder executivo estadual a assistência e amparo médico, psicológico ou social à pessoa com câncer de próstata; o estímulo à realização de exames de detecção da doença e demais formas de prevenção; e o apoio ao desenvolvimento científico direcionado ao enfrentamento e ao controle do câncer de próstata e à formação e atualização dos trabalhadores da saúde. Para a parlamentar, “essa é mais uma vitória importante, já que esse tipo de câncer é o segundo mais comum entre os homens, apenas atrás do câncer de pele. Essa é uma doença silenciosa que, se não diagnosticada e tratada a tempo, pode trazer inúmeras sequelas e até mesmo ocasionar a morte”.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo. Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos exames, pela melhoria na qualidade da informação e pelo aumento na expectativa de vida. De acordo com os médicos, se diagnosticado no início, as chances de cura são de 80% a 90%; se detectado em estágio avançado, essas chances diminuem para 10% a 20%.

No Brasil, em 2012, 60 mil novos casos de câncer de próstata foram diagnosticados e destes, 12 mil homens morreram, de acordo com o INCA. Os exames preventivos devem começar aos 50 anos, mas em casos de câncer de próstata na família, a idade inicial para os exames deve ser reduzida para 40 anos.

30 de Setembro- Dia da secretária

Parabéns, eficiência é qualidade de poucos!
Lembramos de você neste dia tão especial.
Pessoa competente e dedicada!




segunda-feira, 29 de setembro de 2014

PRESTANDO CONTAS DO MANDATO

Deputada estadual Liza Prado: 100% em defesa da educação


A deputada estadual Liza Prado sempre esteve ao lado da Educação e dos servidores da categoria. Assinou a PEC 69, que já teve parecer aprovado e está pronta para ser votada no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas. A proposição, que tramita em 1º turno, pretende efetivar mais de 90 mil servidores designados do Estado, que foram atingidos pela chamada Lei 100.

Confira outras ações de Liza Prado na defesa dos servidores e da Educação em Minas Gerais durante o seu mandato:

Votou em defesa piso salarial da categoria.


Conseguiu a reabertura de 13 Funecs (Fundação de Ensino de Contagem).


Por meio de emendas parlamentares, Liza Prado conseguiu a liberação de milhares de reais desde o início de seu mandato, beneficiando centenas de escolas estaduais com recursos para obras de infraestrutura, mobiliário e equipamentos para laboratórios de informática, entre outras destinações.
A deputada apresentou vários Projetos de Lei em favor da Educação e dos servidores da categoria.

Confira:

PL 2498
Cria a bolsa pedagógica, programa de composição de acervo de livros para educadores, como complemento de sua formação profissional.
PL 4407
Concede anistia aos servidores públicos da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais integrantes do quadro de pessoal da Lei Estadual n. 15293 2004 e 15784 2005 que aderiram ao movimento grevista de sua categoria nas paralisações realizadas em 2011 e 2012, em decorrência de movimentos reivindicatórios.
PL 1825
Cria procedimentos para coibir a circulação de diplomas falsos no estado.
PL 1757
dispõe sobre a criação do programa permanente de saúde e segurança escolar.
PL 3924
Guarda sabática: assegura ao aluno matriculado na rede pública estadual de ensino o direito de não se submeter a exames de avaliação curricular por motivo religioso, do pôr do sol de sexta-feira ao pôr do sol de sábado.
PL 4958
Torna obrigatória a inclusão de alimentos derivados da cana-de-açúcar no cardápio da merenda escolar da rede pública estadual de ensino do estado de minas gerais.
PL 3634
Dispõe sobre o fornecimento de alimentação escolar diferenciada para os alunos diagnosticados como diabéticos, obesos e celíacos nas escolas da rede pública do estado.
PL 3361
Cria o programa lições de primeiros socorros na educação básica da rede escolar do estado.
PL 3326
Dispõe sobre a publicação de mensagem antidroga em materiais escolares fornecidos pelo estado.
PL 3307
Dispõe sobre a inserção, integração e inclusão social de alunos com deficiências nas escolas.
PL 2594
Dispõe sobre a inclusão de medidas de conscientização, prevenção e combate ao “bullying” escolar, no projeto pedagógico elaborado pelas escolas públicas e privadas no estado de minas gerais.
PL 1787
Dispõe sobre a criação do programa de formação dos sanitaristas mirins, denominado Zilda Arns, no estado de minas gerais, ampliando atividade similar empreendida pelo instituto mineiro de agropecuária - ima.
PL 1757
Dispõe sobre a criação do programa permanente de saúde e segurança escolar.
PL 564
Dispõe sobre a educação especial no sistema estadual de ensino.


 

DEPUTADA ESTADUAL LIZA PRADO


Caro amigo, como você já deve saber, sou candidata à reeleição a deputada estadual. Peço seu apoio junto à sua família e a todos os seus amigos. No dia 5 de outubro, vote 90123. Precisamos levar adiante todos os projetos que iniciei, beneficiando pessoas e contribuindo para a melhor gestão de nosso Estado.

ALGUMAS LEIS E PROJETOS DE NOSSA AUTORIA:
*Lei do Passe Livre do idoso e das pessoas com deficiência.
 *Lei que criou a política estadual de controle e prevenção do câncer de próstata.
*Lei que criou a Comissão da Verdade em MG. 
*Projeto de Lei que cria a Região Metropolitana do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, que vai beneficiar 66 municípios de nosso Estado.
 *Projeto de Lei que cria o “Estatuto Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência”. 

* Projeto de Lei da Guarda Sabática.


Saiba mais sobre a nossa atuação em nosso blog http://lizaprado.blogspot.com.br/ ou no facebook Liza Prado 


CONHEÇA A CANDIDATA LIZA PRADO 

Deputada Estadual, Jornalista, Bacharel em Direito. 

Presidenta da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência, autora do Projeto de Lei que cria o “Estatuto Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência”. 

Especialista em Defesa do Consumidor e Efetiva da Comissão de Defesa do Consumidor e Contribuinte da Assembleia. Foi Superintendente do Procon. 

Nascida em berço humilde em Uberlândia, é mãe de três filhos e avó de sete netos. Foi vereadora por quatro mandatos, sempre voltada para as causas sociais. 

Nestes quatro anos de mandato, além de dezenas de emendas parlamentares e de requerimentos, que resultaram na liberação de verbas para equipar escolas, hospitais, entidades assistenciais de dependentes químicos, de idosos e de Apaes, a Polícia e os Bombeiros de várias regiões do Estado, foi autora de inúmeros projetos que se transformaram em leis, visando o bem estar, a qualidade de vida e os direitos dos cidadãos de Minas Gerais. 

PARA DEPUTADA ESTADUAL, VOTE LIZA PRADO 90123


Campanha aberta



Reunião em Comendador Gomes com o Prefeito Municipal, primeira dama e secretários municipais. A Deputada recebeu agradecimentos por contribuir pela melhoria do Município na área da saúde e Cultura. 





Água como direito fundamental é tema de PEC apresentada por Liza Prado


Num momento em que o Brasil enfrenta a estiagem prolongada e em que muitas cidades brasileiras vivem o racionamento, importante lembrar de ações da deputada estadual Liza Prado, sempre atuante em defesa do meio ambiente:


“A água é um bem fundamental à vida, como tal o Estado tem o dever de garantir sua disponibilização em condições de uso a todos os cidadãos, e em especial à população carente, independente de sua localização e de pagamento de qualquer natureza”. Esse é o texto do projeto de Emenda à Constituição (PEC) do Estado de Minas Gerais que a deputada Liza Prado apresentou na Assembleia Legislativa, acrescentando a água ao rol dos direitos fundamentais dos cidadãos mineiros.
A iniciativa da deputada tem o objetivo de assegurar água de qualidade a toda população, reconhecendo o direito fundamental de cada indivíduo de ter acesso à água potável.
Segundo uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a falta de saneamento básico atinge 47% da população brasileira, sendo as crianças de 1 a 6 anos as principais vítimas. A pesquisa ressalta que apenas em 2122 o Brasil deve ter acesso total a esgoto. Isso porque o desenvolvimento do saneamento básico ocorre em marcha lenta e poucas são as alternativas para a prestação de serviço desse segmento. Assim, já que os mais pobres beneficiam-se pouco das melhorias na área de saneamento, é essencial declarar legalmente a água um direito fundamental à saúde e à dignidade humana como propõe Liza Prado. 
Aprovada, a PEC contribui para a redução, pela metade, de 1990 a 2015, da porcentagem da população sem acesso à água, um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).
“A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras”. (Declaração dos Direitos das Águas – Art.5º)
“A água é um bem fundamental à vida, como tal o Estado tem o dever de garantir sua disponibilização em condições de uso a todos os cidadãos, e em especial à população carente, independente de sua localização e de pagamento de qualquer natureza”. Esse é o texto do projeto de Emenda à Constituição (PEC) do Estado de Minas Gerais que a deputada Liza Prado apresentou, nesta terça-feira (20/09), na Assembleia Legislativa, acrescentando a água ao rol dos direitos fundamentais dos cidadãos mineiros.
A iniciativa da deputada tem o objetivo de assegurar água de qualidade a toda população, reconhecendo o direito fundamental de cada indivíduo de ter acesso à água potável.
Segundo uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a falta de saneamento básico atinge 47% da população brasileira, sendo as crianças de 1 a 6 anos as principais vítimas. A pesquisa ressalta que apenas em 2122 o Brasil deve ter acesso total a esgoto. Isso porque o desenvolvimento do saneamento básico ocorre em marcha lenta e poucas são as alternativas para a prestação de serviço desse segmento. Assim, já que os mais pobres beneficiam-se pouco das melhorias na área de saneamento, é essencial declarar legalmente a água um direito fundamental à saúde e à dignidade humana como propõe Liza Prado. 
Aprovada, a PEC contribui para a redução, pela metade, de 1990 a 2015, da porcentagem da população sem acesso à água, um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).
“A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras”. (Declaração dos Direitos das Águas – Art.5º)

domingo, 28 de setembro de 2014

DEPUTADA ESTADUAL LIZA PRADO DEFENDE A GUARDA SABÁTICA



Neste 5 de outubro, vote consciente. Vote em quem defende o direito de liberdade religiosa. A deputada Liza Prado é a autora da Lei da Guarda Sabática, que garante aos estudantes da rede pública de ensino o direito de não se submeterem a exames, por motivos religiosos, a partir do pôr do sol de sexta-feira, ao pôr do sol de sábado. 


O projeto vai beneficiar, especialmente, os estudantes adventistas e judeus. Com uma população, no país, em torno de 1,6 milhão de adventistas, a guarda sabática é uma antiga reivindicação desta comunidade.


Liza explica que o projeto evita, sobretudo, a discriminação de estudantes judeus e adventistas nas escolas estaduais, o que já é garantido pela Constituição brasileira, que assegura a liberdade religiosa.

Para deputada estadual, vote Liza Prado, 90123.




CONHEÇA A CANDIDATA LIZA PRADO


Deputada Estadual, Jornalista, Bacharel em Direito.

Presidenta da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência, autora do Projeto de Lei que cria o “Estatuto Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência”.


Especialista em Defesa do Consumidor e Efetiva da Comissão de Defesa do Consumidor e Contribuinte da Assembleia. Foi Superintendente do Procon.


Nascida em berço humilde em Uberlândia, é mãe de três filhos e avó de sete netos. Foi vereadora por quatro mandatos, sempre voltada para as causas sociais.


Nestes quatro anos de mandato, além de dezenas de emendas parlamentares e de requerimentos, que resultaram na liberação de verbas para equipar escolas, hospitais, entidades assistenciais de dependentes químicos, de idosos e de Apaes, a Polícia e os Bombeiros de várias regiões do Estado, foi autora de inúmeros projetos que se transformaram em leis, visando o bem estar, a qualidade de vida e os direitos dos cidadãos de Minas Gerais.


PARA DEPUTADA ESTADUAL, VOTE LIZA PRADO 90123

sábado, 27 de setembro de 2014

MANDATO TRANSPARENTE


Em seu mandato, a deputada LIZA PRADO sempre atuou na área ambiental. Confira alguns de seus projetos e requerimentos:

PL 4279 Institui o programa estadual de conservação, uso racional e reaproveitamento das águas;

PL 3683 Dispõe sobre a obrigatoriedade de apresentação de projetos de arborização urbana em novos loteamentos;

RQC 9840 Requerimento para implantação da rede de esgoto sanitário no município de Rio Manso;

RQC 4986 Solicita ao Secretário de Estado de Meio Ambiente providências no sentido de indicar um efetivo adequado de servidores para realizar vistorias em todas as 729 barragens situadas no estado, já que atualmente , há apenas um servidor.

Entre outros...



JINGLE DEPUTADA ESTADUAL LIZA PRADO


Trabalhamos muito, prestamos contas, peço seu apoio no dia 5 de outubro. Para deputada estadual, Liza Prado 90123. Fiquem com Deus! Se puderem, compartilhem e divulguem. Nossa campanha é simples, mas estou confiante na força do trabalho realizado. Obrigada!


https://soundcloud.com/lizapradooficial/dep-estadual-liza-prado-jingle-eleicoes-2014


sexta-feira, 26 de setembro de 2014

MANDATO TRANSPARENTE

PRESTANDO CONTAS DEFESA DO CONSUMIDOR


Especialista em Defesa do Consumidor e Efetiva da Comissão de Defesa do Consumidor e Contribuinte da Assembleia, a deputada Liza Prado apresentou inúmeros Projetos de Lei que garantem os direitos dos consumidores mineiros. Em 5 de outubro, vote deputada estadual Liza Prado, 90123, em defesa do consumidor.

PL 3112 
Dispõe sobre a criação de órgãos de defesas do consumidor nos municípios e cria o programa MINHA CIDADE TEM PROCON. 

PL 4821 
Dispõe sobre a obrigatoriedade de devolução integral e em espécie do troco ao consumidor de bens e serviços para os estabelecimentos situados no Estado. 

PL 4697 
Obriga o concessionário de veículo automotor a notificar, pessoalmente, o proprietário do veículo objeto de recall e a ofertar gratuitamente o reparo do vício constatado. 

PL 4548 
Dispõe sobre a cobrança de tarifa básica nos contratos de telefonia móvel da modalidade pós-pago nos contratos suspensos. 

PL 4547 
Dispõe sobre os créditos não consumidos nos contratos de telefonia móvel e fixa em Minas Gerais. 

PL 3635 
Institui a obrigatoriedade de identificação completa, no respectivo “site”, das empresas sediadas no Estado que realizam comércio virtual, e de manutenção, por essas empresas, de serviço de atendimento ao consumidor - sac - nos dias úteis. 

PL 3498 
Dispõe sobre reserva obrigatória de assento em teatros, cinemas, casas de "shows" e espetáculos em geral, para acompanhante de pessoa com deficiência. 

PL 3415 
Dispõe sobre a vedação da inscrição nos cadastros de restrição de crédito – SPS e Serasa – do nome dos consumidores que não estão em dia com o pagamento das contas de água e energia elétrica. 
PL 3358 
Dispõe sobre a obrigatoriedade de as operadoras de telefonia móvel que operam em Minas a disponibilizarem gratuitamente o envio de mensagens de texto com alertas meteorológicos a seus clientes, para prevenção de desastres climáticos. 


PL 3354 
Dispõe sobre a disponibilização de mapa de assentos para escolha de lugar e a manutenção de toda a lotação com lugares numerados nos estádios e ginásios esportivos e estabelecimentos congêneres com mais de vinte mil lugares. 

PL 3287 
Determina que os fabricantes de roupas e calçados atendam também às necessidades das pessoas que precisam de tamanhos especiais na forma que especifica, e fixa outras providências. 


PL 3208 
Dispõe sobre o tempo máximo de espera para a venda de ingressos em eventos culturais, artísticos, esportivos e de lazer realizados no Estado. 

PL 3201 
Dispõe sobre a cobrança proporcional ao tempo efetivamente utilizado pelos serviços de estacionamento de veículos em estabelecimentos destinados ao aluguel de vagas. 


PL 3163 
Dispõe sobre programa de orientação com vistas a instituir meios para permitir o uso de aparelho sonoro ou musical no interior de veículos de transporte coletivo no Estado, mediante o uso de dispositivo auditivo pessoal. 

PL 3064 
Obriga os empresários a divulgar em seus estabelecimentos, para conhecimento dos consumidores, a lista dos dez maiores fornecedores com reclamação no Procon. 

PL 2975 
Dispõe sobre a obrigatoriedade de os estabelecimentos comerciais, restaurantes e praças de alimentação oferecerem assentos adaptados à população obesa ou com necessidades especiais. 

PL 2972 
Torna obrigatório que os mercados e supermercados e demais estabelecimentos comerciais disponham os produtos “diet” e “light” em locais separados e com indicações visíveis. 

PL 2832 
Torna obrigatória a informação ao paciente sobre todos os dados de procedência das próteses implantadas nos pacientes. 

PL 2686 
Cria cadastro estadual dos consumidores de produtos agrotóxicos. 

PL 2497 
Dispõe sobre a obrigatoriedade da instalação de banheiros públicos nas estações da SUPERINTENDÊNCIA DE TRENS URBANOS DE BELO HORIZONTE - METRÔ BH -, nas estações das linhas da CENTRAL DO BRASIL, RFFSA, RMV, MOGIANA, ABPF, - FCA, Leopoldina, FEPASA, nas Rodoviárias, Praças e Parques públicos do Estado. 

PL 2480 
Dispõe sobre a construção e disponibilização de banheiros públicos nas praças de pedágio e postos da POLÍCIA RODOVIÁRIA ESTADUAL nas rodovias do Estado. 

PL 1966 
Determina a regulamentação da publicidade de alimentos destinados às pessoas portadoras de diabetes no Estado de Minas Gerais. 

PL 423 
Dispõe sobre o direito de o cidadão consultar pela Internet as razões sociais constantes do banco de dados da JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS - JUCEMG, por meio de seu "site".


DEPUTADA LIZA PRADO: COMPROMISSO COM A SAÚDE


CARTA ABERTA DA FRENTE PARLAMENTAR DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS EM SAÚDE

“Os integrantes da Frente Parlamentar de Práticas Integrativas em Saúde de Minas Gerais, que reúne profissionais de acupuntura, fitoterapia, homeopatia e outras áreas da Medicina não tradicional, vêm a público comunicar o seu apoio à reeleição da deputada estadual Liza Prado.
A deputada Liza Prado é a presidenta da Frente Parlamentar e foi uma das maiores incentivadoras da iniciativa, que recebeu a adesão de outros 26 deputados estaduais.
A Frente, criada no primeiro semestre deste ano, tem por objetivo aprimorar a legislação federal e promover a legislação estadual relativa ao assunto. A partir da união com outros profissionais da saúde, é um espaço público para promover e debater ações e avanços em prol da saúde individual e coletiva dos mineiros. O tratamento com as práticas integrativas da saúde, conhecidas popularmente como “medicina alternativa”, foi aprovado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que oferece 15 terapias.
Contamos com o apoio e o voto de vocês para fortalecer a medicina alternativa.”

 EM 5 DE OUTUBRO, VOTE LIZA PRADO 90123


quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Deputada visita o CTE da UFMG

Presidenta da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e autora do Projeto de Lei 4254, que cria o “Estatuto Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência”, a deputada Liza Prado visitou nesta terça-feira o Centro de Treinamento Esportivo da EEFFTO-UFMG, que está sendo construído no campus da universidade com total acessibilidade em todas as suas instalações. O local foi escolhido pela Associação Paralímpica britânica para treinar os seus atletas para as Paralimpíadas de 2016. A visita integrou as comemorações do Dia Nacional e Estadual de Luta da Pessoa com Deficiência.

Confira:
video

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

PRESTANDO CONTAS DO MANDATO


Deputada estadual Liza Prado: 100% em defesa da educação


A deputada estadual Liza Prado sempre esteve ao lado da educação e dos servidores da categoria. 

Assinou a PEC 69, que já teve parecer aprovado e está pronta para ser votada no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas. A proposição, que tramita em 1º turno, pretende efetivar mais de 90 mil servidores designados do Estado, que foram atingidos pela chamada Lei 100. 

Confira outras ações de Liza Prado na defesa dos servidores e da Educação em Minas Gerais durante o seu mandato: 

Votou em defesa piso salarial da categoria. 

Conseguiu a reabertura de 13 Funecs (Fundação de Ensino de Contagem). 

Por meio de emendas parlamentares, Liza Prado conseguiu a liberação de milhares de reais desde o início de seu mandato, beneficiando centenas de escolas estaduais com recursos para obras de infraestrutura, mobiliário e equipamentos para laboratórios de informática, entre outras destinações. 

Liza Prado se reuniu com a então secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazolla, para tratar e discutir soluções para inúmeras demandas da área. Entre os assuntos discutidos, o piso salarial dos professores, concurso do magistério (promoção automática de nível), transporte escolar, segurança e ações preventivas no ambiente escolar e cobertura de quadras poliesportivas. Também foram temas da conversa a escola de tempo integral, a reforma das escolas estaduais de Uberlândia e implantação de projetos como o Programa Poupança Jovem. 



A deputada apresentou vários projetos de lei em favor da categoria, entre eles: 
  • PL 2498 2011 
Cria a bolsa pedagógica, programa de composição de acervo de livros para educadores, como complemento de sua formação profissional, e dá outras providências. 

  • PL 4407 2013 
Concede anistia aos servidores públicos da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais integrantes do quadro de pessoal da Lei Estadual n. 15293 2004 e 15784 2005 que aderiram ao movimento grevista de sua categoria nas paralisações realizadas em 2011 e 2012, em decorrência de movimentos reivindicatórios. 
  • PL 1825 2011 

Cria procedimentos para coibir a circulação de diplomas falsos no estado. 
  • PL 1757 2011 
Dispõe sobre a criação do programa permanente de saúde e segurança escolar. 




 

Secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazolla











Tecnologia é fundamental para avanço do esporte paralímpico

Especialistas no assunto se reuniram na ALMG para discutir a modalidade; cobrança por mais recursos também foi debatida.

A importância de pesquisas para o desenvolvimento de novas tecnologias relacionadas ao esporte paraolímpico foi um dos principais pontos debatidos em audiência pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta terça-feira (23/9/14). A reunião foi promovida pelas Comissões de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência e de Esporte, Lazer e Juventude, a pedido da deputada Liza Prado (Pros). O objetivo do encontro foi discutir a situação do esporte paraolímpico na atualidade.

De acordo com o PhD em Engenharia Mecânica e coordenador do Laboratório de Projetos Mecânicos da Universidade Federal de Uberlândia, Cleudmar Amaral de Araújo, é preciso maior incentivo a pesquisadores brasileiros que trabalham na área do paradesporto. Para ele, é fundamental o desenvolvimento de tecnologias para avançar na questão paraolímpica. “São muitos os equipamentos tecnológicos e muitas as inovações que ajudam os atletas em várias etapas do esporte, como na fase de preparo físico”, exemplificou.

Cleudmar Amaral disse que um dos problemas, no Brasil, é o fato de pesquisadores trabalharem ainda de forma isolada. Para ele, é preciso mais diálogo. “Outro desafio do País é evidenciar cada vez mais no esporte e em outras áreas a capacidade da pessoa com deficiência, e não sua deficiência”, acrescentou.

O professor da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Marco Túlio de Mello também ressaltou a importância das pesquisas voltadas para o esporte paraolímpico. Ele destacou, ainda, razões para incentivar a modalidade. “O esporte paraolímpico traz a adesão da pessoa com deficiência para a prática esportiva”, afirmou. Para ele, o fomento ao esporte para aqueles que querem apenas praticá-lo como lazer também é fundamental.

Convidados cobram mais recursos públicos
O professor da UFMG credita o sucesso do esporte paraolímpico brasileiro ao fato de a modalidade ter se associado “firmemente” às universidades do País. “Essas instituições apresentam grande papel na formação e no repasse de conhecimento na área”, pontuou. Para ele, no entanto, ainda é preciso mais fomento e apoio no desenvolvimento do esporte paraolímpico e recreativo dentro de universidades ou de centros próprios. Ele cobrou mais políticas públicas estaduais para o desenvolvimento da área em Minas Gerais.

Para o defensor público Estevão Machado de Assis, “falta uma mão do Estado” para que iniciativas pró-esporte paraolímpico cresçam. Isenção fiscal na compra de equipamentos para pessoas com deficiência, fomento de políticas públicas específicas e de parcerias com empresas que desenvolvem projetos na área foram algumas das sugestões destacadas pelo defensor público para a melhor atuação do Estado.

O gerente de Atendimento Jurídico e Social da Prefeitura de Belo Horizonte, Luiz Henrique Porto Vilanio, criticou o baixo investimento de Minas Gerais no esporte paraolímpico. “Os orçamentos da Prefeitura e do Estado são quase equivalentes. O governo mineiro investe muito pouco na área”, disse. Ele acredita que seja importante não só ampliar os recursos como quantificar os investimentos específicos voltados para a pessoa com deficiência, tanto nas políticas públicas da Prefeitura como nas do Estado. “Sabemos qual o orçamento geral da saúde, mas quanto é gasto especificamente com ações para pessoas com deficiência?”, questionou.

Conquistas - A deputada Liza Prado ressaltou que paratletas brasileiros têm alcançado grandes conquistas em competições internacionais. “Mas fico angustiada ao saber que há muitos que não conseguem apoio”, pontuou. Segundo ela, o Estado brasileiro tem criado aparato para esses profissionais, mas ainda há dificuldades a serem superadas. A deputada destacou, ainda, o aumento da autoestima e o estímulo à autonomia como vantagens do esporte para pessoas com deficiência.
A presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Kátia Ferraz Ferreira, ressaltou que o esporte paraolímpico tem alcançado melhor desempenho que o praticado por pessoas sem deficiência. “No entanto, muitos atletas têm dificuldade de colocação de recursos com relação à sua atividade esportiva”, frisou. Para ela, o esporte é uma forma de desenvolvimento de potencialidades das pessoas com deficiência. “A prática ajuda na luta contra a invisibilidade. Queremos ser contemplados e não mais ignorados”, concluiu.



Fonte: site ALMG

Dia Nacional e Estadual de Luta da Pessoa com Deficiência

Presidenta da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e autora do Projeto de Lei 4254, que cria o “Estatuto Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência”, a deputada Liza Prado visitou nesta terça-feira o Centro de Treinamento Esportivo da EEFFTO-UFMG, que está sendo construído no campus da universidade com total acessibilidade em todas as suas instalações. O local foi escolhido pela Associação Paralímpica britânica para treinar os seus atletas para as Paralimpíadas de 2016. A visita integrou as comemorações do Dia Nacional e Estadual de Luta da Pessoa com Deficiência.






terça-feira, 23 de setembro de 2014

Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia debate o esporte paralímpico em audiência pública


A criação de uma política estadual de esportes foi um dos temas do proveitoso debate com as maiores autoridades de Minas em esporte paralímpico, nesta terça-feira, dia 23 de setembro, durante a audiência pública da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa de Minas. 

Presidenta da Comissão e autora do Projeto de Lei 4254, que cria o “Estatuto Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência”, a deputada Liza Prado conduziu o debate sobre as grandes questões que envolvem os atletas paralímpicos mineiros, entre elas a dificuldade de recursos para a aquisição de equipamentos e para o treino dos atletas, a falta de acessibilidade para as pessoas com deficiência e a necessidade da implantação de políticas de longo prazo para a inclusão deste universo de pessoas em toda a sociedade. 

Entre os participantes do debate, Kátia Ferraz Ferreira, presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência; Diretor do Centro de Treinamento Esportivo da UFMG; Sérgio Teixeira da Fonseca, diretor da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais; Cleudmar Amaral de Araújo, PhD em Engenharia Mecânica e coordenador do Laboratório de Projetos Mecânicos da Universidade Federal de Uberlândia; Pedro Américo de Souza Sobrinho, Doutor em Reabilitação e Gerson Carlos de Souza, diretor de Planejamento e Gestão e coordenador técnico da ONG Tênis Para Todos. 

Durante o seu mandato como deputada estadual, Liza Prado atuou efetivamente em defesa da pessoa com deficiência, com dezenas de projetos aprovados para a melhoria da qualidade de vida destas pessoas e também de inúmeras entidades voltadas para este segmento da sociedade. A deputada percorreu várias cidades mineiras, presidindo audiências públicas para ouvir as necessidades de escolas especiais, APAEs, associações e entidades, a fim de estabelecer um diálogo entre a comissão e a comunidade. 

A partir deste diálogo com as comunidades, Liza Prado conseguiu a aprovação de projetos que possibilitaram a melhoria da infraestrutura de escolas, APAEs e entidades. Por meio de emendas parlamentares, ela conseguiu verbas, contratação de servidores e cumprimento dos direitos das pessoas com necessidades especiais. A parlamentar é defensora da implantação do Estatuto da Pessoa com Deficiência em âmbito estadual, proposta que visa a implementação de políticas públicas que assegurem a inclusão social, a acessibilidade e as oportunidades no mercado de trabalho às pessoas com deficiência.




 

 



 Cleudmar Amaral de Araújo, PhD em Engenharia Mecânica e coordenador do Laboratório de Projetos Mecânicos da Universidade Federal de Uberlândia;






Profº Pedro Américo de Souza Sobrinho, PHD em Reabilitação;  Dep. Liza Prado - CTE-UFMG



Profº Pedro Américo de Souza Sobrinho; Dep. Liza Prado; Cleudmar Amaral de Araújo -coordenador do Laboratório de Projetos Mecânicos da UFU e Sérgio Teixeira da Fonseca, diretor da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais;